Dinheiro com taxas próximo a zero, interessa ?

Dinheiro com taxas próximo a zero, interessa ?

Dinheiro barato para investir e sair da crise era o que ele procurava.

Veja a história de um microempresário do Paraná, que resolveu um problema e mudou de vida com o dinheiro do consorcio.

O José Roberto, é um microempresário do ramo de padaria.

Levanta de madrugada para pôr a mão na massa, literalmente.

Pão quente, atendimento cortês, alguns salgadinhos, bolos, doces, itens de primeira necessidade na cozinha, refrigerantes e água mineral completam a linha.

Fatura R$ 45.000,00 brutos. Feitas as contas, sobram R$ 15.000,00.

O que seria um bom lucro, é insuficiente, os custos na padaria estão crescendo, as pessoas exigindo preços menores e comprando menos.

Padaria é sua profissão, nunca fez algo diferente, desde moço, quando trabalhou como empregado no estabelecimento de um parente.

O que poderia fazer diferente e aumentar a sua renda?

Como ganhar dinheiro nessa época de aperto?

 

Fez orçamentos em bancos e agências de apoio ao microempresário, mas não ficou confiante.

 

Os financiamentos com custo financeiro cooperativados, com taxas menores, eram aprovados em valores pequenos.

Não eram suficientes para o que ele estava precisando.

Os financiamentos tradicionais  eram muito altos, certamente daria prejuízo por um bom tempo, ou até mesmo, poria a padaria em risco.

E ele não dispõe de bem imóvel sem restrições para fazer a garantia de empréstimos nos financiamentos com custo mais acessível.

 

Dinheiro com taxas próximo a zero, interessa ?

 

Para piorar o cenário, há uns três anos, comprou em sociedade com um primo um caminhão Agrale 9200, ano 2008, baú.

De uma senhora viúva, no interior de São Paulo, que anunciou a venda pela melhor oferta no OLX.

A marca é conhecida em tratores, mas não tem tradição em caminhões.

 

Juntou com o primo as economias de anos e compraram, com a esperança do primo fazer os fretes e remunerar o dinheiro mensalmente.

 

Fecharam por R$ 60.000,00, R$ 30.000,00 cada.

Daria muito mais que a poupança ou qualquer outro investimento, acertaram 2% ou R$ 600,00 ao mês.

Péssimo investimento, juros simples no lugar de juros compostos.

Findou que o primo não era caminhoneiro de verdade, o caminhão ficou encostado e não faturou nada, só prejuízo.

 

Dinheiro com taxas próximo a zero, interessa ?

 

Dívidas aumentando, dinheiro acabando e lucros caindo

Zé Roberto, não esmoreceu, tinha que repor a poupança.

Ficar parado não serve nem pra água, cria limo, filosofou.

Para não correr o risco de algum amigo ou parente se avizinhar de sua poupança, comprou um consórcio.

Vou poupar desta forma, tenho que crescer o patrimônio, não nasci rico, então trabalho e faço poupança.

O plano da virada veio rápido.

 

A Raquel viu que o Sacolão da vovó, uma frutaria, a umas quatro quadras, fechou e o ponto estava próximo a dois conjuntos habitacionais grandes, uma escola estadual e empresas do bairro.

 

Perceberam que as máquinas na padaria dariam conta de produzir 40% a mais, se um funcionário trabalhasse fora do horário.

Zé Roberto já disse: “não quero complicação com colaborador”, deixa que eu faço o horário extra.

A Filha adolescente se ofereceu a ajuda em horário fixo, fora do horário da escola.

Vendeu o Palio ELX 2011 “zerado” por um lojista que tinha um negócio para ele no interior, recebeu R$ 19.000,00.

O dinheiro para o novo ponto comercial estava garantido.

O Orlando, cunhado, emprestou uma pick up Chevy fumacenta para quebrar o galho.

 

Dinheiro com taxas próximo a zero, interessa ?

 

Com o novo ponto, as máquinas e os recursos da empresa foram bem utilizados, sem ociosidade os lucros aumentaram, mas ainda não era o ideal para pagar os custos fixos.

Tinham que elevar o faturamento.

A ideia genial surgiu: “Que tal desenterrar aquele projeto de fornecer salgadinhos?

Conheço empresas suficientes para lotar a produção, mas falta a grana para investir…”

Disse o Zé.

 Dinheiro com taxas próximo a zero, interessa ?

 

Investir foi a solução!

O consorcio!

Como Zé ? Perguntou a Raquel.

 

A assembleia acontece na quarta-feira, posso ofertar até 30% do crédito como lance.

 

Vou dar mais uma quirela em dinheiro para desempatar.

Pego o caminhão parado com o Júlio, passo para o meu nome alienado ao consorcio.

Vai vir descontado os 30%, então de R$ 80.000,00 recebemos R$ 54.000,00.

Vamos investir R$ 34.000,00 nas máquinas e na infraestrutura da empresa, devolvo R$ 20.000,00 pro Júlio.

Ele lamba os beiços, não esqueci o prejuízo que nos causou…

Como ganhar dinheiro com o caminhão? Replicou a Raquel.

O caminhão continua com a gente para a entrega dos salgadinhos e ainda vou fazer distribuição do laticínio de Carambeí, compraremos na fábrica e entregaremos ao consumidor final.

Podemos pagar os custos do caminhão e do consorcio com os fretes que aparecerem. O que acha?

 

Dinheiro com taxas próximo a zero, interessa ?

 

Como ganhar dinheiro? A resposta começou pelo consorcio.

José Roberto e Raquel aumentaram o faturamento da empresa, criaram cinco novos empregos e resolveram os problemas da família.

Cresceram muito depois disso.

Planejam quitar o consorcio em breve.

Outros HS consorcios virão: um de imóvel e dois de carros.

Como disse o Zé: “ficar parado, não serve nem para água”.

Sucesso dá trabalho, mas compensa.

Veja como investir com a HS consorcios, => aqui.

 

Dinheiro com taxas próximo a zero, interessa ?

 

 

Vamos conversar sobre o seu consorcio.

 

Clique sobre a figura abaixo e mande-nos uma mensagem pelo formulário de contato.


Dinheiro com taxas próximo a zero, interessa ?

Comente este post

Posts relacionados

Inscreva-se em nossa lista de contatos
error: Content is protected !!