Financiamento, dá para quitar na metade do tempo?

Financiamento, dá para quitar na metade do tempo?

O financiamento foi a saída para esta família, mas se arrependeram.

O casal Adilson e Carla têm uma filha lindinha, a Julia com 8 anos e o Mateus com 6 anos.

Ele é corretor de seguros há 15 anos, ela é escriturária há doze anos numa financeira.

 

A renda familiar líquida de R$ 5.800,00 exigiu um certo planejamento para fazerem um pequeno patrimônio.

 

No início da vida, construíram juntos uma casa de dois quartos em alvenaria, 68 m² averbados, num bairro afastado, que foi o seu lar por algum tempo.

O terreno foi fruto de herança com o desmembramento de terreno dos pais dela.

O Financiamento foi feito em parte com a poupança do casal e em parte pelo Construcard da Caixa, que quitaram em oito anos.

 

Financiamento, dá para quitar na metade do tempo?

 

Financiamento

Pensando em um maior conforto para a família e buscar um lugar melhor para morar, compraram um apartamento de três quartos, com suíte, na planta, bem melhor localizado, que seria entregue em seis meses, um negócio de ocasião, graças à desistência de um comprador.

Na época, o financiamento foi a única solução para aproveitar a oferta da construtora.

A conta: o imóvel custou R$ 220.000,00, com uma entrada de R$ 71.000,00, mais 420 meses (35 anos) de R$ 1699,00.

 

O carro da família, o FGTS dos dois, mais cinco mil reais da poupança, só pela entrada e um carnê maior que a “bíblia” para pagar.

 

Um negócio de oportunidade, disse o corretor, as parcelas caem um pouquinho.

Algum dia vocês vendem a casinha antiga e podem amortizar o financiamento.

Laura num lance de lucidez disse: tenho a sensação que vamos morrer de velhos e não vamos terminar de pagar o imóvel.

Será que fizemos um bom negócio?

Se mudaram há seis meses. A antiga casa passou a render R$ 500,00 de aluguel e já está exigindo reformas.

A avaliação da imobiliária foi de R$ 140.000,00, mas venderá pela melhor oferta, já que a reforma não ficará por menos de R$ 25.000,00.

Com o mercado ruim, recebeu líquido R$ 120.000,00 à vista.

A conta é simples, o aluguel lhe proporcionava um retorno de R$ 500,00 ou 0,40% sobre o valor de venda.

 

Alugar o imóvel antigo ou vender e investir?

Financiamento, dá para quitar na metade do tempo?

 

No mercado financeiro, em fundos de renda fixa receberá em dois anos, aproximadamente R$ 1.054,00 por mês.

Duas vezes mais que o aluguel.

No primeiro ano recupera quase 13 mil reais, mais a reforma de 25 mil reais que evitou fazer, já teve lucro.

No segundo ano terá mais 14 mil reais em dividendos, sem dúvidas uma evolução patrimonial.

Numa dessas conversas de happy hour, com os amigos, o Paulinho, amigo de infância, falou sobre a portabilidade.

A troca de taxas ou prazos num financiamento em andamento, através de renegociação, para outro banco que ofereça melhores condições.

Aquilo deixou o Adilson intrigado.

No caminho de volta a casa, viu no balcão da padaria um folheto de uma administradora de consórcios.

Um terço do prazo de financiamento deles, com a mesma parcela.

E ainda mais, oferecendo até 30% do crédito como lance embutido.

 

Com o desconto enorme na quitação antecipada do financiamento, pode pagar o imóvel num prazo três vezes menor.

 

E a um custo financeiro muito pequeno.

O dinheiro aplicado, proveniente da venda da casa seria um ótimo lance.

Aproveitou, comprou um bolinho para comemorar com a esposa a descoberta.

 

O consórcio foi a solução

Financiamento, dá para quitar na metade do tempo?

 

Decretou: vamos investir num consórcio e esquecer o financiamento.

O apê será todo nosso em breve!

Não, melhor em dois consórcios, pois aprendi a não pagar juros na compra de bens duráveis, o carro virá do consórcio também.

Como investir em consórcios, aqui.

Algumas decisões fazem uma revolução do bem na vida de uma família.

O importante é dar o primeiro passo.

 

Dê adeus a ideia do financiamento, faça um consorcio.

 

Vamos conversar sobre a sua carta de crédito na HS Consorcios,

ligue ou aproveite o nosso formulário de contato, clique na figura abaixo.


Financiamento, dá para quitar na metade do tempo?

Comente este post

Posts relacionados

Inscreva-se em nossa lista de contatos
error: Content is protected !!